Colunistas

Motociclismo e a sociedade

Razão ou loucura?


13/12/2013 19h23

A cada viagem de moto, fico pensando até quando nossa paixão pelo motociclismo e pelas viagens são comportamentos sensatos.

Pra quem curte e tem o motociclismo batendo forte no peito, sabe que não há nada mais prazeroso que pegar a estrada e encarar longas viagens. Não há distância nem previsão de tempo ruim que mude o destino.

Mas o meu dilema aumenta a cada saída pro acostamento pra escapar de motoristas e caminhoneiros irresponsáveis, (pra não dizer assassinos do volante), a cada buraco na estrada, cada animal na beira da estrada e coisas do tipo, que infelizmente fazem parte da nossa rotina nas viagens.

O estresse na estrada é constante. Falta respeito pela vida alheia, falta fiscalização, falta punição, falta estradas decentes ...

falta tudo que poderíamos esperar pra fazer uma viagem tranqüila e voltar pra casa cheios de alegria, novas amizades e inúmeras fotos. Não faltam também taxas, impostos e pedágios pra que eu me veja no direito de exigir o melhor pra uma pilotagem segura.

São poucos os motoristas que respeitam uma motocicleta. Digo motocicleta, porque dá pra perceber que não respeitam o ser humano que está em cima dela.

Daí presenciamos acidentes provocados por ultrapassagens inadequadas, motoristas alcoolizados, falta de respeito de motoristas e caminhoneiros que simplesmente ultrapassam em nossa direção, mesmo nos vendo na pista.

Seria o tamanho reduzido das motocicletas, já que ninguém joga um carro pra cima de um caminhão, nem mesmo um caminhão contra o outro ?

Seria inveja da gente ter sempre o sorriso estampado no rosto dentro do capacete?

Seria apenas irresponsabilidade e barbeiragem ou há também intenção criminosa contra nós motociclistas?

Claro, há inúmeros motoristas e caminhoneiros responsáveis e até gentis que nos dão passagem e preferência, não posso generalizar.

Como há também inúmeros motociclistas irresponsáveis abusando da sorte e da velocidade.

Acidentes acontecem, mas ...

- dirigir embriagado, não é acidente;

- estradas em péssimo estado, não é acidente;

- manobras inadequadas e imprudentes, não é acidente;

- excesso de velocidade, não é acidente;

- dirigir e pilotar com sono e cansaço, não é acidente;

E por aí vai...

Ou por aí vou e por aí vamos nós, pois nada é mais prazeroso que uma viagem de moto com o vento no peito e o sorriso estampado dentro do capacete. E a vida só vale a pena se vivida intensa e verdadeiramente.

Ninguém vai podar nossos sonhos, pois temos não só o motociclismo no coração. Temos a alma motociclística.

E não vamos parar!!!!

Boa viagem a todos e tenham um Feliz Natal.

Rodrigo Cavalganti Gonçalves
16 textos publicados

Rodriguim - Motociclista, Pediatra e ex atuante como Perito em Medicina de Tráfego. email: rodriggocg@gmail.com / blog: www.tijucomental.blogspot.com

Mototour - Seu portal em duas rodas, Motos, Encontros de Motociclistas, Moto Clube e muito mais...

Todos os Direitos Reservados

Tempo de carregamento da página: 0.18936 segundos