Colunistas

Motociclismo e a sociedade

Regras ou Arbitrariedades?


08/10/2013 17h32

Como sempre tento repassar, através de meus textos, algumas experiências vividas, alguns momentos marcantes de minhas viagens para encontros e eventos de moto-clubes ou moto-grupos.

Porém, como motociclista “antenado” sou levado à observar alguns comportamentos, algumas atitudes e hábitos, praticados por motociclistas, a meu ver, sem qualquer significado lógico, de péssimo significado, ou mesmo, sem qualquer objetivo aceitável.

Naturalmente muitos já vão pensar nos “manés” que adoram fazer zoeira nos eventos, mas não é isso.

A esses “motoqueiros”, só nos resta dizer que são dignos de pena, pois, utilizam tais comportamentos como forma de dizerem: Gente!!! Cheguei e vocês nem repararam!!!.

Coitados.

Entretanto, refiro-me a outros participantes que, para ingressarem em determinados grupos, se sujeitam a regras ou arbitrariedades para que consigam, finalmente, tornarem-se membros escudados.

Esses, conhecidos por “PPs”, ou “meio escudo”, são submetidos a ações para galgarem a condição básica para ostentarem o escudo por completo.

Porém, venho observando que alguns Grupos ou Clubes criam comportamentos obrigatórios que, a meu ver, são descabidos, sem finalidade, sem objetivo útil com total desrespeito a figura do homem e a sua condição humana.

Alguns chegam a impor obrigações que extrapolam as normas sadias de convivência social chegando a infringir nossa Legislação Penal e Constitucional, causando, até, indignação quando vejo amigos se submeterem a humilhações tudo pelo sonho de ostentar um escudo em seu colete.

Não gostaria, e nem vejo necessidade, de citar o nome desse ou a daquele moto-clube/grupo, mas sim, trazer para a reflexão de todos que, certas imposições fogem completamente ao que se prega sobre o que é Motociclismo, sobre o que é fazer parte de uma Irmandade onde, a Igualdade e a Fraternidade, são as máximas dessa filosofia de vida.

Meus amigos motociclistas; Nos meus 38 anos como motociclista “brevetado”, sempre “preguei” um motociclismo sadio, voltado para a amizade, para a solidariedade e para a descoberta de novos valores que venham a justificar nossa passagem por essa vida.

Jamais tive comportamentos humilhantes ou discriminativos com ninguém, e não aceito a prática de hábitos que ofendam a dignidade humana como: “trotes”, humilhações, depravações, sacrifícios indevidos, inadequados, ou qualquer outra forma de constrangimento.

Doar sangue,alimentos,presentes ou doar alegria aos mais tristes por conseqüências da vida, são sim, verdadeiros comportamentos que motivam, ou justificam, um motociclista conseguir galgar o uso de um escudo num colete na condição de “escudado pleno” de um Moto-Clube ou Moto-Grupo.

O verdadeiro motociclismo vive dos bons momentos, das lembranças, das amizades surgidas e, principalmente, do respeito e carinho com o próximo.

A marca disso tudo é a alegria da convivência entre amigos escudados, ou não.

Depois, e só matar a saudade através das imagens e historias que ficam registradas nas redes sociais, e aguardando o próximo evento, o próximo encontro e o surgimento das próximas amizades que surgirão.

Boas estradas

Cel Dario Cony
28 textos publicados

Coronel da PMERJ, já aposentado. Motociclista Brevetado, com o CFoMES - Curso de Formação de Motociclistas Escoltas e Segurança, concluído em 1979 na Instituição. Como Capitão, foi Coordenador de diversos desses Cursos no Batalhão de Polícia de Choque (BPChq). Motociclista desde os 21 anos, é casado com Nádia Cony, e Presidente do Family Cony's Motocycle Group, RJ. Como experiente motociclista, é possuidor do Patch de 100.000 Milhas do HOG ( HARLEY OWNERS GROUP). Sua paixão são as estradas, as quais, curte com a sua conhecida " Negona III", uma Harley Davidson, Street Glide / Preta e Dourada, 2016. Seu sonho: Conscientizar os irmãos motociclistas que: " A Motocicleta é um meio de curtir a vida, e não, um objeto para buscar a morte".

Mototour - Seu portal em duas rodas, Motos, Encontros de Motociclistas, Moto Clube e muito mais...

Todos os Direitos Reservados

Tempo de carregamento da página: 0.18773 segundos