Diário de Bordo

Internacional

Ruta Austral


19/03/2014 15h48

Olá... meu nome é Ana Paula N. Stringari, 34 anos, moro em Itajaí/SC, presidente do Moto Clube Free Rider.

Todos os anos faço duas viagens de moto com mais de 2.000 km, em janeiro para fora do Brasil e em julho pelo Brasil, e todos os finais de semana rodo uma média de 500 km.

Amo motos desde criança... é a minha Paixão...

Espero que gostem, vou contar rapidamente da viagem de JANEIRO/2014, que denominamos "RUTA AUSTRAL": saímos Anderson, Oscar e eu, dia 05/01 as 8:00 hs de Itajaí e rodamos até Ijuí/RS, foram os primeiros 700 km. Onde encontramos com os amigos do MC Zangões e do Desbravadores do Sul MC que inclusive nos hospedaram... galera gente boa!

06/1, seguimos de Ijuí e seguimos até São Borja onde fizemos a aduana e entramos na Argentina... seguimos até San Salvador onde dormimos.

07/1, saímos de San Salvador e seguimos até San Francisco, província de Córdoba, onde dormimos..

08/1, seguimos até Patquia, esses trechos rodando pela argentina não tem muita coisa pra ver.. e nessa época é bem quente... nesse dia também aconteceu o 1º imprevisto a corrente do Sr Oscar arrebentou a 1ª vez de pois de cruzar um trilho de trem. Dormimos na casa de um amigo Raul, que nos recebeu muitíssimo bem e nos deu grandes dicas de passeios pela região.

09/1, esse dia passei muito mal com o calor (+ de 50ºC) mas também foi um dos dias mais incríveis... visitamos os Parques Ischigualasto - Valle de la Luna e o Parque Talampaya - patrimônios da humanidade... lugares incriveis... lindos... os museus com ossos de dinossauros, as formações rochosas.. nossa muito legal. ahhh nesse dia também pegamos o o primeiro trecho de Ruta 40 da nossa viagem.Fomos até Villa Union, onde alugamos uma cabana para passar a noite.

10/1, esse também foi um dia especial, atravessamos da Argentina para o Chile pelo Passo Agua negra, com picos a mais de 4.700 m acima de nível do mar, os penhascos, as pareces de gelo, incrível... sem igual... de la fomos até Vicunã em um hotel bem ao lado da Praça central.

11/1, nesse dia fomos até a Capital, Santiago, a estrada até lá é ótima, larga, para alta velocidade, mas também com muitos pedágios e caros...rsss a cidade é linda, lembra muito Nova Iorque, bem metropolitana, com vários Pubs, lojas, shoppings, metro... nos hospedamos em um hostel bem no centro.

12/1, saímos de Santiago, as estradas continuam ótimas e com mtos pedágios, a cada 100 km tem um e na entrada e saida das cidades também...fomos até Temuco, cidade Universitaria... muito bem organizada e bonita, onde alugamos uma casinha para passar a noite.

13/1, continuam os pedágios...rss primeira parada Villarica... onde almoçamos e fomos conhecer o vulcão, depois seguimos e conhecemos o vulcão Pucon... muito legal... seguimos pelo Parque das Araucanias, Paso Mamuil Malal, limite Argentina onde fizemos a aduana e dormimos na Argentina na cidade de Junin de los Andes em um hostel.

14/1, essa região Junin de los Andes, San Martin de los Andes até El Bolson...é onde se vê gnomos, duendes...kkkk tem muitos hippies... dormimos em El Bolson, onde alugamos uma cabana.

15/1, saimos de El Bolson, e fizemos a aduana em Futaleufu, Chile. Seguimos até Villa Santa Lucia, onde dormimos numa cabana.

16/1, Villa Santa Lucia, foi o inicio do nosso trajeto pela Carretera Austral. É uma estrada péssima, com muita brita, areia solta, pedras... mas a paisagem é deslumbrante, algo que jamais esquecerei... a vegetação, os rios, corredeiras e cascatas em tons de azul e verde que é impossível descrever tanta beleza.Com destaque ao Ventisquero Colgante, uma geleira azul entre as montanhas que formam cascatas espetaculares... Neste dia seguimos até Mañihualles onde dormimos em uma pousada.

17/1, seguimos pela lindíssima Carretera Austral com chuva em boa parte do trajeto, até Puerto Tranquilo, as margens do lago General Carrera. Alugamos uma cabana.

18/1, em Puerto Tranquilo alugamos um barco e fomos conhecer as Capilas de Marmol, formações de mármore, com cavernas dentro do lago. O lugar é mágico. Depois fomos seguindo a volta do lago até a cidade de Perito Moreno, já na Argentina novamente, onde terminou nosso trecho de Carretera e dormimos em uma pousada.

19/1, agora de volta a Ruta 40, seguimos até a cidade de Tres Cerros, onde dormimos num hotel. Nosso 2º imprevisto, a ventoinha da moto do Sr Oscar parou de funcionar, e os 2 retentores de bengala da nossa moto começaram a vazar.

20/1, seguimos até Rio Gallegos, Capital da província onde dormimos em um hotel, onde vamos ficar 2 dias.

21/1, Ficamos o dia todo na cidade para a manutenção da nossa moto, o Sr Oscar não quis arrumar a corrente dele e a ventoinha, não tem para vender, na Argentina.

22/1, De lá seguimos até a cidade de Rio Grande, onde ficamos 2 dias no hotel.

23/1, Finalmente, objetivo da viagem concluído, chegamos até o Ushuaia! No portal da cidade, quando paramos para tiram fotos, o marcador registrava 7.777 km rodados...show e eu esqueci de tirar uma foto disso...kkkk Passamos o dia lá, visitando os pontos turísticos, almoçamos Centolla (king crab), e fomos até o extremo sul da América do Sul, a Bahia Lapataia, onde encontramos lebres e raposas mansinhas... voltamos a Rio Grande onde dormimos.

24/1, A 1:00 hora acordei o Anderson com uma surpresa: bolo, era seu aniversário. Agora o caminho de volta. Retornamos até Rio Gallegos, onde dormimos no mesmo hotel.

25/1, seguimos até El Calafate, cidade linda. dormimos em um hotel.

26/1, fomos passear no parque dos glaciares, e fomos de barco até o Glaciar perito Moreno, o maior do mundo, patrimônio da humanidade, belíssimo. de la seguimos até El Challten, o lugar mais frio que estivemos a noite chegou a -3ºC e garoava muito na região.

27/1, seguimos até Gobernador Gregores, nessa região da Patagonia, também conhecida como Terra del Fuego, o vento patagonico é extremamente forte e nos fez ficar com muito medo... chegamos a pegar ventos de 90km/h... mas tudo vale a pena! Dormimos em um hotel.

28/1, até a cidade de Perito Moreno, onde dormimos na mesma Pousada.

29/1, até Comodoro Rivadávia, onde tivemos mais uns imprevistos, a Corrente do Sr Oscar arrebentou mais 2 vezes e chegando a cidade destino caiu a corrente, sem contar a ventoinha que não estava arrumada, a coroa sem dentes e a pastilha de freio lisa...rss foi por milagre... mas la encontrei com uns amigos motociclistas, dos moto clubes da cidade, que nos nos deram uma grande força. Como a ventoinha não tinha concerto, adaptaram 2 coolers de computador, nos levaram a uma revendedora yamaha onde compramos óleo para a troca nas 2 motos, e a correte e coroa para o Sr Oscar. Assim foi feita a manutenção das motos. Depois fomos comer pizza e eles nos levaram a uma pousada. Show de bola... isso que é espírito motociclista!!!

30/1, seguimos até Puerto Madryn, onde encontramos com mais uns amigos de moto clubes de lá, por sorte estava começando um encontro de motos na cidade naquela noite. Passeamos pela cidade e nos hospedamos em um hotel. A noite fomos ao evento, muito legal, muito parecido com os eventos do Brasil, foi servido uma Paella, com camarões gigantes, files de merzua fritos, tudo free para os participantes... nos divertimos muito e fizemos muita amizade!

31/1, continuamos até Bahia Blanca, onde o Anderson perdeu o celular no caminho...rss e passamos a noite num hotel.

01/2, seguindo até San Antonio Del Monte, onde dormimos em uma pousada.

02/2, saímos de lá com chuva, passando por Buenos Aires, onde pegamos o Buquebuss e fizemos a aduana para o Uruguai. Atravessamos de Buenos Aires, com o barco Buquebuss até a cidade de Colonia del Sacramento no Uruguai, a travessia é bem cara e cobrada em dolar. Seguimos sempre com pancadas de chuva, por Montevideu até Punta del Este, onde dormimos em um hotel.

03/2, passeamos por Punta, fizemos compras, tiramos fotos na famosa Mano de Deus e seguimos até o Chuí, onde fizemos a Aduana e estávamos de volta ao Brasil. Estava muito frio e chovendo, já era tarde 22 hs, mas colocamos as capas e fomos comer "arroz com feijão"..kkkk não aguentávamos mais comer a comida gringa...kkkkkkkkkkkkkk

04/2, passamos pelo Parque Nacional do Taim, lindo, sempre frio e chuva, que nos acompanhou até Pelotas, qdo começou a esquentar e parou de chover. seguimos até Osório, um calor infernal mais de 40ºC, dormimos la em um hotel.

05/2, calor muito calor até Itajaí, finalmente estávamos em casa.

Foram 31 dias, 13.777 km rodados no total.

Viagem inesquecível!!!

Mototour - Seu portal em duas rodas, Motos, Encontros de Motociclistas, Moto Clube e muito mais...

Todos os Direitos Reservados

Tempo de carregamento da página: 0.12182 segundos