Notícias

BMW apresenta, na Alemanha, a furiosa M 1.000 RR

Versão ainda mais esportiva da S 1.000 RR é mais voltada para track days e afins. Na Europa, custará cerca de R$ 220 mil


Roberto Dutra

Mototour

25/09/2020 16h15

A BMW lançou, na Alemanha, uma versão ainda mais furiosa da superesportiva S 1.000 RR. É a M 1.000 RR, que até pode ser usada nas ruas, mas é mais voltada para as pistas - uso em track days e afins. A letra "M" alude à divisão de preparação da marca, a Motorsports, que é mais conhecida pela larga aplicação nos automóveis BMW, e essa versão da 1.000 RR é a primeira "M" no segmento das motocicletas.

E são muitas as diferenças da "M" para a "S". Aprimorado, o motor rende 212cv de potência máxima, contra 207 na "S". A moto também tem mais componentes fabricados em fibra de carbono e titânio, e com pesa 192kg, ou 5kgf a menos que a outra. Outra novidade é uma nova corrente de transmissão secundária, chamada de Endurance, que não precisa ser lubrificada nem regulada.

O visual da moto é ainda mais agressivo e aerodinâmico, e sobressaem as asinhas laterais - que em função da chamada "downforce", cujo efeito é "empurrar" a moto contra o solo e garantir mais estabilidade. Por outro lado a bolha frontal é um pouco mais alta, para dar mais proteção ao piloto.

A moto ainda tem novos anéis de vedação mais leves nos pistões, admissão com nova geometria, válvulas em titânio com comando variável, balancins menores, mais leves e bielas de titânio mais compridas e mais leves, escape mais leve com coletor e silenciadores de titânio

A bordo há recursos como controle de largada, quatro modos de condução (chuva, estrada, dinâmico, corrida e Race Pro 1, 2 e 3), controle de tração, quickshift bidirecional, auxílio a partida em rampas, suspensão dianteira invertida, freios BMW Motorsport, rodas de fibra de carbono, painel em tela de TFT com 6,5 polegadas, bateria de lítio, tomada USB, manoplas com aquecimento e iluminação full-LED.

Com tudo isso, a M 1.000 RR não podia mesmo ser uma moto barata. Na Europa, custa o equivalente a R$ 220 mil. Não há planos para sua venda no Brasil, mas aqui certamente custaria pelo menos o dobro.

Aí embaixo você vê imagens da moto acelerando furiosamente em pista e a apresentação oficial da moto. Divirta-se!

Notícias relacionadas

Kawasaki lança linha 2021 de Ninja 650 e Z650

Salão Moto Brasil não terá edição este ano, mas está confirmado para 2021

Proprietários relatam problema nas Royal Enfield Himalayan

BMW lança, na Europa, a R 1.250 GS 2021

Ducati inicia produção da Multistrada V4

Convocação extraordinária

BMW lança a G 310 GS 2021 para Europa e Ásia

Honda lança, na Índia, modelo monocilíndrico de 350cm³

Triumph Trident na reta final

BMW R 1.250 RT chega em outubro por R$ 165.750

Mototour - Seu portal em duas rodas, Motos, Encontros de Motociclistas, Moto Clube e muito mais...

Todos os Direitos Reservados