Notícias

Mesmo rodando na cidade é possível manter um ritmo adequado as condições do trânsito e ser econômico Mario Villaescusa / (Foto: Divulgação)

Dica de Manutenção

Cinco dicas para economizar (ainda mais) combustível de moto

Pilotar de forma racional economiza uma grana na hora de abastecer e fazer a manutenção e, de quebra, polui menos


Cicero Lima / Agência Infomoto

Agência Infomoto

17/01/2019 10h34

Quando comparada aos automóveis, a moto gasta pouco combustível. Mas essa economia pode ser ainda maior, sabia? Alguns fatores como o estilo de pilotagem e a manutenção em dia são fundamentais para gastar menos gasolina (e dinheiro) para rodar com a moto. Além da economia na hora de abastecer, pilotar de forma econômica aumenta a vida útil da motocicleta e diminui os custos com itens de manutenção.

Outro grande ganho está associado a sustentabilidade, pois a moto que consume menos, também polui menos. Segundo o assessor técnico da Honda, Alfredo Guedes Júnior, “a emissão de gases nocivos como o NOx e Hidrocarbonetos é proporcional à quantidade de combustível injetado no motor e à sua temperatura”.

Conversamos com especialistas para listar cinco dicas para pilotar de forma econômica e economizar uma grana no posto de combustível e na oficina, além de poluir menos. Confira

- Controlar a aceleração

Ao sair com a moto ou fazer uma retomada de velocidade acelere progressivamente. Use o acelerador com suavidade, não “torça” o cabo de uma vez. Dessa forma, o motor sobe de giro de forma linear e o combustível é melhor aproveitado, havendo uma queima homogênea dentro da câmara de combustão. Acelerações bruscas e repentinas, na maioria das vezes, não se transformam em movimento e sim em consumo excessivo de combustível e barulho.

- Troca de marchas

Nas motos equipadas com conta-giros, a faixa vermelha informa o giro máximo do motor recomendado pelo fabricante. Quando o motor entra nessa faixa, a injeção de combustível é interrompida para proteger o motor dos riscos de flutuação ou atropelamento de válvulas. O ideal é trocar a marcha antes de atingir a faixa vermelha. Além de economizar combustível, evita o desgaste excessivo dos componentes internos do motor e você ainda gasta menos na hora de fazer a manutenção.

- Frenagem

Usar o freio-motor também ajuda na economia de combustível. Ao rodar numa avenida ou estrada e avistar um obstáculo à frente – como uma lombada, um semáforo fechado, por exemplo – é recomendável parar de acelerar e deixar a moto perder velocidade sem usar os freios. Ao fazer isso o sistema de injeção interrompe o envio de combustível para o motor reduzindo o consumo. O hábito também aumenta a vida do sistema de freios, pois reduz o desgaste de pastilhas e lonas.

- Pneus calibrados

Rodar com os pneus com pressão abaixo do recomendado (murchos) aumenta a área de atrito com o solo exigindo que o motor faça mais “força” para deslocar a moto. Manter os pneus na pressão correta, verificando e calibrando-os uma vez por semana, permite que a moto rode com menor esforço. Tal hábito se reverte em menor consumo de combustível, além de evitar o desgaste desigual ou prematuro dos pneus.

- Relação e rolamentos

O conjunto formado pela corrente, coroa e pinhão (conhecido por relação ou transmissão final) é responsável por transformar o giro do motor em movimento na roda traseira. Esse conjunto deve estar sempre lubrificado e ajustado. Rodar com a corrente muito esticada também exige mais força do motor para movimentar a roda. Segundo Alessandro Santos, gerente da concessionária Yamaha, Diamar Motos, na capital paulista, outro cuidado deve ser dedicado aos rolamentos das rodas. “Eles podem perder a lubrificação dificultando o movimento da roda, por isso devem ser avaliados periodicamente”, ensina Santos.

Notícias relacionadas

Dicas para usar (e cuidar) do seu capacete

Nova Triumph Scrambler 1200 promete ser aventureira com design clássico

Salão Duas Rodas 2019 promete “experiências” para os visitantes

BMW trabalha em motor boxer de 1.800 cc refrigerado a ar

Honda CB 1000R mostra o que a eletrônica pode fazer por você

Saiba o que é preciso fazer ao comprar ou vender uma moto usada

As cinco motos mais caras do Brasil

Venda de motos cresce 18% no primeiro trimestre; veja ranking das mais vendidas

Descubra onde e quando as motos são roubadas em São Paulo

BMW F 850 GS Adventure é nova opção no segmento bigtrail; conheça as rivais

Mototour - Seu portal em duas rodas, Motos, Encontros de Motociclistas, Moto Clube e muito mais...

Todos os Direitos Reservados

Tempo de carregamento da página: 0.1896 segundos