Notícias

Viajar de moto em grupo é um barato, mas é preciso seguir algumas regras Renato Durães / Honda (Foto: Divulgação)

Dica de Viagem

Cinco dicas para facilitar sua viagem em grupo

Atitudes simples podem evitar que os pilotos se percam, ajudam a ganhar tempo e tornam o passeio mais agradável e seguro


Cicero Lima / Agência Infomoto

Agência Infomoto

11/09/2018 09h30

Quem anda de moto geralmente gosta de viajar em grupo, afinal nada mais legal do que ter companhia para curtir a paisagem e o destino. Além disso, viajar com outros motociclistas significa ter mais segurança e apoio em caso de problemas mecânicos. Mas, para que o passeio com os amigos seja agradável, convém adotar alguns procedimentos que facilitam o convívio, diminuem o tempo nas paradas e aumentam a diversão. Confira algumas dicas para tornar sua viagem em grupo mais prazerosa e segura.

Abastecimento

Mais desagradável do que ficar esperando algum amigo no ponto de encontro, é descobrir que o atrasado não está com o tanque cheio. Para não ser o “mala sem alça” procure abastecer a moto no dia anterior à viagem.

Outra dica importante é que nas paradas para abastecimento durante o trajeto, as motos podem parar de frente para a bomba – em formação de pétala. Dessa forma, a mangueira da bomba pode alcançar várias motos, sem a necessidade de mudá-las de lugar.

Pedágio

Informe-se antes sobre o valor dos pedágios e eleja um dos pilotos do grupo para ficar com o dinheiro e fazer os pagamentos na cabine do pedágio. Com isso o grupo ganha tempo nas paradas e a viagem se torna mais rápida e segura – infelizmente existem muitos abalroamentos nas praças de pedágio.

Facilitar a ultrapassagem

Infelizmente, alguns motociclistas que viajam em grupos se acham “dono da estrada” e acabam ocupando todas as pistas. A dica é facilitar a ultrapassagem dos outros veículos e manter-se na faixa usada pelo grupo, sempre em formação alternada. Essa formação ainda permite visualizar a estrada e desviar caso haja obstáculo. Manter a distância de quem vai à frente também aumenta a segurança.

Cuide de quem vem atrás

Quem viaja em grupo deve ficar atento ao companheiro que vem logo atrás e sempre acompanhar sua movimentação (e presença) pelo retrovisor. As motos mais lentas podem seguir a frente e ditar o ritmo da viagem, isso evita o estresse de quem está com a moto de menor potência que é obrigado a “esgoelar” o motor para acompanhar o grupo.

Compartilhe o trajeto

Definir os pontos de parada, o trajeto e o destino final deixa a viagem mais agradável e tranquila para todos. Assim, os integrantes do grupo têm noção de quanto falta para a próxima parada ou, caso desejem, podem se adiantar e esperar os companheiros no local combinado. Hoje um simples smartphone, conectado a internet, oferece a opção de mostrar os pontos de parada (usando o Google maps, por exemplo).

Outra dica é criar um grupo de WhatsApp para transmitir avisos e recados para todos os viajantes. Há também alguns aplicativos, como o Live 360, que permitem a criação de grupos e mostra a localização de todos os participantes. Mas, saiba que esses apps só funcionam onde há rede de dados móveis.

Notícias relacionadas

Salão Duas Rodas 2019 promete “experiências” para os visitantes

BMW trabalha em motor boxer de 1.800 cc refrigerado a ar

Honda CB 1000R mostra o que a eletrônica pode fazer por você

Saiba o que é preciso fazer ao comprar ou vender uma moto usada

As cinco motos mais caras do Brasil

Venda de motos cresce 18% no primeiro trimestre; veja ranking das mais vendidas

Descubra onde e quando as motos são roubadas em São Paulo

BMW F 850 GS Adventure é nova opção no segmento bigtrail; conheça as rivais

Para poucos: cinco motos superesportivas exclusivas e caras

Dicas para cuidar do eixo-cardã da sua moto

Mototour - Seu portal em duas rodas, Motos, Encontros de Motociclistas, Moto Clube e muito mais...

Todos os Direitos Reservados

Tempo de carregamento da página: 0.60246 segundos