Notícias

A CBR 650R é a irmã esportiva: quase ninguém a viu nas ruas (Foto: Divulgação)

Com a produção retomada em Manaus, Honda relança a linha 650

Vendas começaram em março, mas foram interrompidas pela pandemia. Os preços subiram: a CB 650R custa R$ 39.416 e a CBR 650R, R$ 41.080


Roberto Dutra

Mototour

09/07/2020 08h10

As novas CB 650R Neo Sports Cafe (NSC) e CBR 650R foram exibidas durante o Salão Duas Rodas de São Paulo, em novembro do ano passado. A apresentação à imprensa, ao vivo e a cores, seria feita no meio de março. Mas, devido à pandemia do novo Coronavírus Covid-19, a marca decidiu, acertadamente, cancelar o evento.

As motos até foram para o site e as vendas começaram em seguida, mas a chegada destas 650 ao país acabou ofuscada pelo vírus. Para completar, a Honda parou as operações na fábrica de Manaus por dois meses, e o primeiro lote de 300 unidades (70% de CB e 30% de CBR) evaporou das lojas. Agora, com a produção retomada, a Honda fez uma apresentação online para relançá-las. E, como sempre, há três aspectos a se destacar: especificações técnicas, preços e impressões de pilotagem.

Quase tudo é compartilhado

As duas compartilham a maioria dos componentes. Então a parte técnica a seguir vale para as duas. O motor de quatro cilindros com 649cm³, injetado e refrigerado a água, rende 88,4cv de potência máxima a 11.500rpm e torque de 6,1kgfm a 8.000rpm. Por fora é o mesmo de antes, mas ficou mais forte em baixos e médios giros. É que a taxa de compressão subiu de 11,4:1 para 11,6:1, os pistões têm novo formato, o comando de válvulas é todo novo, o sistema de exaustão foi redesenhado para melhorar a contrapressão e há, ainda, uma nova câmara silenciadora (que proporciona um ronco mais forte). O motor também respira mais: a captação de ar aumentou em 10%.

O câmbio tem seis marchas, a secundária é por corrente, as suspensões dianteiras Showa são invertidas, têm funções separadas (mola de um lado e hidráulico valvulado do outro) e 12cm de curso, e o monochoque traseiro tem 12,8cm de curso com 10 níveis de pré-carga na mola. O chassi também é o mesmo nas duas: do tipo diamond, usa o motor como parte estrutural e é 4kg mais leve que o usado pelas antecessoras.

Os freios são a disco duplo na frente e atrás, as rodas de liga leve calçam pneus 120/70 R17 na frente e 180/55 R17 atrás, o tanque leva 15,4 litros e o peso é de 191kg a seco (CB 650R) e de 196kg (CBR 650R). Ambas vêm equipadas com controle de tração desligável, freio ABS com novo processador mais rápido, sistema ESC com pisca-alerta que acende automaticamente nas frenagens de emergência, iluminação full-LED com luzes de rodagem diurna (DRL) e novo painel LCD bem completo, que inclui dois computadores de bordo para exibir várias informações como hodômetros total e parciais, consumo e afins.

O visual da naked CB 650R é claramente inspirado no da CB 1.000R Neo Sports Cafe. Na verdade, uma parece a outra em miniatura. A beleza estará nos olhos de quem vê, já que essa mistura de estilo retrô com toques de modernidade por vezes é polêmico. Mas estilo não lhe falta, isso é certo.

Já a esportiva CBR 650R tem seu design herdado da CBR 1.000RR Fireblade, cujo apelo visual é inquestionável. As diferenças em relação à naked são evidentes. A carenagem é a mais visível, mas são exclusivos dela também os semi-guidões, a embreagem deslizante e assistida (requer menos esforço no acionamento) e o encaixe do painel, entre outros detalhes. Justiça seja feita, ficou uma esportiva de rara beleza, em nada lembrando a antecessora de gosto meio duvidoso.

Quanto custam e impressões

Os preços estão no site e já subiram desde o primeiro lançamento. A CB 650R custa R$ 39.416 e a CBR 650R, R$ 41.080. Por enquanto vamos ficar devendo as impressões "ao guidom": devido à pandemia, a Honda suspendeu o empréstimo das motos para avaliações - mas promete retomá-los a partir de meados deste mês. A conferir.

Veja, abaixo, mais fotos das Honda CB 650R e CBR 650R:

Notícias relacionadas

Parceria inusitada dará origem a uma Harley-Davidson de baixa cilindrada

Nova Honda CBR 600RR será lançada no Japão ainda este mês

Kymco prepara scooter de luxo para o Brasil

O Mototour na velocidade da luz

Haojue TR150 está em processo de homologação e chega em 2021

Uma comemoração cheia de energia

Triumph Street Triple RS 2021 já está nas lojas

Linha 310 da BMW passará por mudanças estéticas e mecânicas

Uma superesportiva ainda mais superesportiva

Triumph anuncia chegada das outras quatro versões da Tiger 900 ao Brasil

Mototour - Seu portal em duas rodas, Motos, Encontros de Motociclistas, Moto Clube e muito mais...

Todos os Direitos Reservados