Notícias

O visual invocado da nova CBR 600RR é inspirado no da CBR 1.0000RR-R Fireblade (Foto: Divulgação)

Honda apresenta a nova CBR 600RR no Japão

Modelo tem novo visual, mecânica aprimorada e, por enquanto, só será vendido por lá


Roberto Dutra

Mototour

25/08/2020 15h10

A Honda revelou, no Japão, a nova geração da esportiva CBR 600RR. Algumas imagens foram mostradas semanas atrás, mas somente agora as especificações também vieram a público. A moto ganhou visual agressivo semelhante ao da CBR 1.000RR-R Fireblade, mais recursos eletrônicos, painel de TFT e também sofreu alguns aprimoramentos na parte mecânica.

O visual mais invocado aparece na frente da moto, onde vemos novos faróis mais afilados e com LEDs, admissão de ar centralizada e as interessantes "asinhas" nas laterais da carenagem. Muito mais que mero recurso estético, essas aletas aumentam a pressão aerodinâmica sobre a frente da moto, dando mais aderência ao pneu dianteiro.

O motor é o mesmo da geração anterior, com quatro cilindros em linha, 16 válvulas e 599cm³. Mas foram os comandos de válvulas, o sistema de arrefecimento, o virabrequim e o cabeçote são totalmente novos e aprimorados. Além disso, as vias de admissão e de escape foram redesenhadas, alterando o fluxo. Com essas mudanças e um pequeno aumento na taxa de compressão, a CBR 600RR agora tem 121cv de potência a 14.000rpm e 6,5kgfm de torque a 11.500rpm. O incremento foi pouco (antes, eram 120cv a 13.500rpm e 6,7kgfm a 11.250rpm), mas a força agora vem numa faixa útil um pouco mais extensa.

Outra boa novidade da moto é o sistema quickshift bidirecional no câmbio - em movimento, não é preciso acionar a embreagem nem soltar o acelerador para trocar as marchas. Quer mais? A moto também ganhou acelerador eletrônico e cinco modos de pilotagem, controlados pela nova central eletrônica IMU. Pelo sistema, o piloto ajusta a entrega de potência potência e a interferência dos freios (cujo ABS atua inclusive em curvas) e do controle de tração. O pacote é complementado pelo controle anti-empinamento.

O painel, agora, é uma tela de TFT que lembra um tablet. Bem completo e cheio de recursos, tem desde a prosaica shift-light, que indica a hora certa de trocar as marchas, à sempre interessante e útil função "lap time" - uma espécie de cronômetro para marcar o tempo das voltas dadas em pistas, naqueles divertidos dias de track days.

Inicialmente a moto só será vendida no Japão, nas versões standard e HRC (esta, exclusiva para pistas). Por enquanto não há previsão de chegada ao Brasil - uma pena, pois algumas gerações anteriores foram marcantes na vida dos aficcionados por motos esportivas, já que a CBR 600R sempre foi uma moto muito rápida e veloz, porém bem mais fácil de pilotar do que as superesportivas maiores.

Confira abaixo o vídeo da moto acelerando em pista e fotos de detalhes:

Notícias relacionadas

Husqvarna faz os aprontos finais para lançar a Norden 901

Ducati lança a Multistrada 950S no Brasil

Entenda porque, nas viagens de moto, as coberturas do seguro viagem Mototour são melhores do que as oferecidas pelos planos de saúde

Entenda porque o seguro viagem Mototour é melhor que os planos similares dos cartões de crédito

Ducati prepara o lançamento da Multistrada 950S no Brasil

Seguro viagem: um serviço pouco conhecido, mas extremamente útil e mais barato do que se imagina

Himalayan ficará mais colorida no ano que vem

Projeção de computador imagina como será a futura Royal Enfield Cruiser 650

Primeira imagem da Harley-Davidson 338R vaza na internet

Yamaha MT-03 2021: o que era bom ficou melhor!

Mototour - Seu portal em duas rodas, Motos, Encontros de Motociclistas, Moto Clube e muito mais...

Todos os Direitos Reservados