Notícias

Moto da Royal Enfield bate recorde de velocidade: chegou a 340km/h!

Velocidade foi alcançada por uma Interceptor 650 modificada em evento anual realizado na Austrália


Roberto Dutra

Mototour

19/03/2021 17h59

A Interceptor 650 já é conhecida por todos nós: foi lançada na Índia em 2018 e chegou aqui no Brasil em 2020. Mas agora vem do outro lado do mundo um feito alcançado pela moto fabricada pela Royal Enfield na Índia: um recorde de velocidade.

A moto atingiu a marca de 340km/h correndo sobre a superfície seca do Lago Gairdner, na 31ª edição de em um evento realizado anualmente chamado "Speed Week" - semana de velocidade, em tradução livre. Lá a Interceptor alcançou nada menos que 212,514 milhas por hora, o equivalente a 340km/h, pulverizando o recorde local anterior, que era de 195,050 milhas por hora (312km/h) e foi estabelecido em 2016.

A moto foi pilotada por Charlie Hallam e participou na categoria Classe M-F 650, para modelos sem preparação aerodinâmica especial, com motores de 650cm³ e com combustível normal.

No primeiro dia, Hallam já obteve a marca de 195,98kmph - o que foi um novo recorde. Mas depois de várias tentativas nos dois dias seguintes, obteve a absurda marca de 340km/h, no terceiro dia.

A moto usada naturalmente não estava em sua configuração original. Foi bastante fuçada pela Mid Life Cycles, preparadora com sede em Melbourne. Apelidada de "Sabre", ela foi feita em 2019, em uma parceria da HRA Geelong com a Hallam Cycle Works. Originalmente, eles planejaram testar a moto e tentar o recorde no ano passado, mas devido à pandemia mundial de Covid-19 o evento foi cancelado. Então, esperaram mais um ano.

A moto recebeu semi-guidons, suspensões Öhlins, rodas de liga bem leves com pneus Pirelli Diablo lisos, nova relação e uma balança mais leve e comprida, com 1,30m. No motor mudaram câmaras de combustão, pistões, coletores, válvulas, árvore de cames e virabrequim (tiraram os contrapesos). Além disso, a caixa de marchas foi modificada para redução de atritos internos.

A moto também "pelada": tiraram todos os componentes desnecessários à empreitada, para eliminar peso - farol, piscas, espelhos e afins - e foram aplicados um para-lama dianteiro mais "fechado" e um banco monoposto com capinha traseira. Não é que deu certo?

Notícias relacionadas

Triumph lança linha Scrambler 2021 na Inglaterra

BMW começa vender no Brasil a linha GS 40 anos

Kawasaki divulga tabela para a linha de motos 2021

Suzuki prepara, no Japão, o lançamento da nova geração da naked GSX-S 1.000

Modelos Suzuki ganham promoção no mês de abril

Suzuki revela a nova geração do scooter Burgman 400

GaiaMX apresenta pilotos que disputarão títulos no motociclismo off-road em 2021

Contran prorroga prazos para renovação da CNH e diversos outros serviços

BMW prepara mais duas versões da "cruiser" R18

BMW começa a produção das GS 40 anos na fábrica de Manaus

Mototour - Seu portal em duas rodas, Motos, Encontros de Motociclistas, Moto Clube e muito mais...

Todos os Direitos Reservados