Notícias

Salão Internacional de Motociclismo

Novas Royal Enfield de 650 cc chegam em janeiro; preço parte de R$ 24.990

Interceptor 650 e Continental GT 650 são as grandes atrações do estande da marca no Salão Duas Rodas 2019


Arthur Caldeira

Infomoto

22/11/2019 12h15

Finalmente as novas Royal Enfield Interceptor 650 e Continental GT 650 já tem data para chegar ao Brasil: os modelos equipados com o inédito motor bicilíndrico de 650 cm³ começam a ser vendidos em janeiro nas concessionárias da marca no país. Os preços partem de R$ 24.990 para a clássica naked Interceptor e de R$ 25.990 para a cafe racer Continental GT. As Twins 650cc já estão disponíveis para a pré-venda no site da marca.

Ambas são os primeiros modelos globais da marca de origem inglesa, que desde 1994 pertence ao grupo indiano Eicher Motors, e mantém a estratégia de focar em motos de média cilindrada e ampliar sua participação mundial. Mas, até então, a empresa vendia concentrava grande parte das vendas na Índia. "Acreditamos que as novas motos são tanto um upgrade para nossos clientes como uma forma de atrairmos novos motociclistas para a marca", afirmou o CEO do Eicher Group e da Royal Enfield, Siddhartha Lal, à época do lançamento mundial das motos.

Nenhuma peça sequer dos novos modelos é compartilhada com as atuais motos vendidas pela Royal Enfield. Ambas foram desenvolvidas no Centro Técnico da marca, localizado no Reino Unido e inaugurado em 2017. As motos levaram cerca de três anos para serem concluídas. Portanto, elas não têm nada a ver, exceto pelo estilo clássico, com as motos Royal que você já conhece.

Apesar do estilo distinto, Interceptor e a nova Continental GT compartilham quadro, rodas, freios, motor e câmbio. Apenas o tanque, o acerto das suspensões, a posição das pedaleiras e o guidão são diferentes. A "cereja do bolo" é o motor com o clássico desenho inglês: dois cilindros paralelos com refrigeração mista, ajudada por um pequeno radiador de óleo. O virabrequim foi forjado em uma única peça e o intervalo de ignição é de 270° para aproveitar melhor o torque do bicilíndrico. O comando é simples (SOHC), mas há quatro válvulas por cilindro.

Alimentado por injeção eletrônica, o motor produz bons 47 cv de potência máxima a 7.100 rpm – bem mais do que os 27,5 cv dos modelos monocilíndricos. O torque máximo é de 5,3 kgf.m já a 4.000 giros. Em conjunto com o câmbio de seis marchas e embreagem assistida, os números de desempenho são suficientes para arrancadas vigorosas ou para rodar a 120 km/h na estrada.

Mas o mais importante é que o bicilíndrico não vibra como os monocilíndricos atuais da Royal. Além de a arquitetura de dois cilindros paralelos ajudar nisso, a marca adotou um eixo balanceiro que reduziu as vibrações ao mínimo.

Naked clássica

A Interceptor 650 foi inspirada em um modelo de mesmo nome construído nos anos de 1960 que fez muito sucesso nos Estados Unidos. A Interceptor é uma naked com visual clássico, cheia de cromados e guidão alto. O preço será a partir de R$ 24.990 para a cor regular da Interceptor 650, já as cores custom e chrome custarão, respectivamente, R$ 25.990 e R$ 26.990.

Cafe Racer

Já a Continental GT 650 segue o estilo cafe racer, nascido na Inglaterra no final dos anos de 1950. Mas o modelo que inspirou a nova Continental GT tinha o mesmo nome, motor de 250cc, e saía de fábrica com semi-guidões e pedaleiras recuadas em 1965. A cor regular vai custar R$ 25.990 na Continental GT 650cc, enquanto as versões custom e chrome sairão por R$ 26.990 e R$ 27.990.

Himalayan ganha edição especial

Em sua segunda participação no maior evento do setor motociclístico da América Latina, a marca traz ainda mais uma novidade para Brasil, a Himalayan Sleet, uma edição especial do modelo mais vendido da Royal Enfield no país. Já disponível nas cinco concessionárias, localizadas em São Paulo, Brasília, Curitiba, Campinas e Ribeirão Preto, e a partir de 30 de novembro na nova loja da marca em Belo Horizonte, o modelo tem preço sugerido de R$ 22.990,00.

Além da pintura clamufada, a Himalayan Sleet já vem com protetor de motor e duas malas laterais em alumínio.

Notícias relacionadas

Linha Honda CB 500 2020 entra em pré-venda

Queima eficiente

Alegorias e adereços

Husqvarna ganha concessionária exclusiva no Brasil

Os riscos que o mundo virtual traz para o mundo real

Entre a música e a estrada

Honda Biz 2020 já está nas lojas

Presidente do STF volta atrás na decisão de suspender redução do DPVAT

Harley de baixa cilindrada confirmada para junho

Por baixo dos panos

Mototour - Seu portal em duas rodas, Motos, Encontros de Motociclistas, Moto Clube e muito mais...

Todos os Direitos Reservados

Tempo de carregamento da página: 0.07253 segundos