Notícias

Royal Enfield lança a nova geração da Classic 350 na Índia. Será que ela vem para o Brasil?

Modelo surge por lá em cinco versões, com acabamentos e recursos diferentes. Motor e chassi são os mesmos da Meteor 350


Roberto Dutra

Mototour

01/09/2021 16h53

A Royal Enfield lançou a nova geração da Classic 350 na Índia. Era a moto mais esperada do ano por lá, pois é o modelo que responde por quase 80% das vendas da marca "em casa".

A nova Classic chega por lá em cinco versões - Redditch, Halcyon, Signals, Dark e Chrome - com preços de R$ 13.055 a R$ 15.232, em conversão de rúpias indianas para reais.

As diferenças entre elas estão nas pinturas, acabamentos, rodas e alguns poucos recursos - freios ABS em uma ou duas rodas e o sistema de navegação Tripper Navigation, que funciona pareado ao GPS do smartphone do piloto - que só é de serie na topo de linha. De resto, todas têm o mesmo visual retrô que sempre foi característica da marca - e fez sua fama.

O chassi é o mesmo da Meteor 350, que foi lançada lá em outubro do ano passado e aqui em abril último. O motor também é o mesmo: o monocilíndrico refrigerado a ar com 350cm³, potência de 20cv a 6.100rpm e torque de 2,7kgfm a 4.000 rpm. O câmbio também tem cinco marchas, com secundária por corrente.

A nova Classic 350 chega com 2,14m de comprimento, 1,39m de entre-eixos, 78,5 m de largura, 1,09m de altura (sem espelhos), banco a 80,5cm do solo, vão livre de 17cm e tanque para 13 litros. Em comparação com a Meteor 350, o entre-eixos é 1cm mais curto, a largura é 6cm mais estreita, o banco está 4cm mais baixo e o tanque leva 2 litros a menos (13 litros contra 15 da Meteor). As outras medidas são iguais.

O pneu dianteiro da Classic é o mesmo 100/90 R19 da Meteor, mas o traseiro é diferente: 120/80 R18 na Classic e 140/70 R17 na Meteor. A Classic também é 4kg mais pesada: - 195 quilos a seco, contra 191 quilos da Meteor.

A nova Classic lembra bastante a antiga, mas é pela aparência retrô. Além de chassi e motor, também mudaram banco, escape, rodas, freios, para-lamas e suspensões. As novidades mais visíveis, porém, são mesmo as opções de acabamentos e detalhes como o novo painel de instrumentos, que permanece sobre a cuba do farol mas agora tem uma telinha de LCD embaixo do velocímetro e das luzes-espia. Nessa telinha, são exibidos os hodômetros total e parcial, o nível de combustível e a marcha engatada.

À esquerda do painel, fica a ignição da moto. À direita, no caso da topo de linha, o mostrador do Tripper Navigation. Os comutadores de luz e ignição, nos punhos, são os mesmos da Meteor 350 - com aqueles botõezinhos giratórios.

Mas algumas coisas não evoluíram. A iluminação, por exemplo, continua sendo com lâmpadas halógenas tradicionais, sem LEDs. A versão básica Redditch tem rodas raiadas, pintura na cor apenas no tanque (para-lamas e laterais são na cor preta) e o freio a disco com ABS apenas na roda dianteira - atrás é tambor. Já a Halcyon tem tanque e para-lamas pintados, grafismos mais caprichados e as mesmas rodas raiadas, mas o freio é a disco com ABS nas duas rodas.

A versão Signals tem tons verde e areia militares, como as extintas Classic 500, e aros e motor são pintados na cor preta. Tem ABS nas duas rodas, que também são raiadas. A Dark é toda na cor preta fosca, com adesivos na cor vermelha nas laterais dos aros das rodas. Também tem ABS de dois canais. E a Chrome é a mais clássica, com pintura mesclada a partes cromadas no tanque e nos para-lamas e rodas raiadas.

Ainda não há informações sobre a vinda da nova Classic 350 para o Brasil, mas a hipótese não deve ser descartada. A Royal Enfield já admitiu que pretende atuar com força no segmento das custom de cilindrada baixa/média por aqui, o que começou a fazer com sucesso ao lançar a Meteor 350 em abril último - e só ela não atende à demanda reprimida do segmento.

Além disso, a marca pretende montar motos em Manaus, e dois modelos com chassi e motor iguais facilitaria muito não só essa logística, mas também a vida das concessionárias, nos pós-venda. A Conferir.

Notícias relacionadas

Speed Triple 1.200 RR, o novo foguete da Triumph

Honda lança no Brasil a nova geração da superbike Fireblade

Linha 2022 da G 310 R já está nas lojas

Enduro da Independência terá chegada na cidade de Socorro (SP) neste 7 de setembro

Triumph Tiger 1.200: nova geração está na boca do forno

Essas mulheres corajosas e suas máquinas maravilhosas

Honda terá crossover derivada da Africa Twin

Triumph anuncia uma nova moto: é a Tiger Sport 660

Honda lança na Índia a CB 200 X, uma crossover que seria bem-vinda no Brasil

Triumph lançará a Trident 600 no Brasil até outubro

Mototour - Seu portal em duas rodas, Motos, Encontros de Motociclistas, Moto Clube e muito mais...

Todos os Direitos Reservados