Notícias

Royal Enfield Meteor 350 só chegará no segundo semestre

A pequena custom estava prevista para este mês, mas os cronogramas foram prejudicados pelos efeitos da pandemia da Índia


roberto dutra

Mototour

03/05/2021 16h56

Novidades nada animadoras para quem, como nós, estava esperando ansiosamente pela chegada da Royal Enfield Meteor 350. Inicialmente previsto para este mês, o início das vendas da moto no Brasil foi adiado para o segundo semestre.

O motivo é, principalmente, a crise sanitária na Índia em decorrência do alastramento da pandemia de Covid-19 - que, lá nas últimas semanas, chegou a níveis alarmantes. Com isso, as entregas de componentes às fábricas e a própria produção de motocicletas nas fábricas foram prejudicadas, atrasando os cronogramas.

Sendo assim, a Meteor 350 não chegará por aqui este mês e as melhores estimativas, agora, apontam para algo entre julho e agosto. Pelo menos a estimativa de preço de cerca de R$ 20 mil não foi modificada.

A Meteor 350 é muito aguardada por aqui porque vai ocupar um nicho que, no momento, nao tem representantes. Atualmente o segmento custom começa com as pequenas Haojue Chopper Road 150, de R$ 10.790, e Dafra Horizon 150, de R$ 11.690, e depois há um "buraco" até a Kawasaki Vulcan 650 S, que bate nos R$ 36 mil. E nesse " meio de campo" em que a Meteor 350 vai se encaixar. Além do público, a moto também fará bem às concessionárias Royal Enfield. Modelo de preço acessível e volume razoável, deverá dar giro de capital e rentabilidade às lojas.

É uma moto simples e charmosa, com tanque em forma de gota (leva 15 litros), banco com duas alturas, farol redondo, painel com um único relógio posicionado entre o guidom e a cuba, para-lamas arredondados, guidom discreto e de altura média, rodas de liga leve, um longo escape e uma charmosa lanterninha redonda estilo jipe.

Na Índia, é vendida nas versões básica Fireball, intermediária Stellar (com pintura full-colour e encosto de garupa) e topo de linha Supernova, que agrega pintura bicolor e para-brisa. Opcionalmente, tem uma tomada USB e o "tripper navigation", um mostrador que exibe as informações do GPS do smartphone ao ser conectado ao aparelho do piloto via Bluetooth.

O motor é um monocilíndrico refrigerado a ar e óleo com 350 cm³, 20cv de potência a 6.100rpm e torque de 2,7kgfm a 4.000rpm. O câmbio tem seis marchas, com secundária por corrente e o vão livre é de ótimos 17cm. A moto ainda tem luzes de rodagem diurnas com LEDs, ABS nos dois freios a disco, suspensão dianteira com garfos de 13 cm de curso e traseira bichoque com seis ajustes na pré-carga, e pneus 100/90 R19 na frente e 140/70 R17 atrás.

Notícias relacionadas

Honda lança no Brasil a Africa Twin 2021

Harley-Davidson passa a ter marca de motos elétricas

Museu contará a história do Capitão Senra, um ícone do motociclismo nacional

Bieffe lança linha de capacetes New B12

Nova V-Strom 1.050 chegará em agosto nas versões XT e standard

Harley-Davidson lança linha de séries especiais nos EUA

CFMoto 800 MT: conheça a primeira big trail chinesa

Capacetes da alemã Schuberth começam a ser vendidos no Brasil

Triumph lança, na Inglaterra, a Street Scrambler 900 2021

BMW terá venda oficial de motos seminovas e usadas em suas concessionárias

Mototour - Seu portal em duas rodas, Motos, Encontros de Motociclistas, Moto Clube e muito mais...

Todos os Direitos Reservados