Notícias

Triumph apresenta a nova Tiger Sport 660

Modelo revelado na Inglaterra tem o mesmo motor da naked Trident e será a mais barata das Tiger


Roberto Dutra

Mototour

05/10/2021 17h30

Depois de algum suspense, a Triumph apresentou oficialmente, na Inglaterra, a novíssima Tiger Sport 660. Embora pertença à família Tiger, assim sua antecessora Tiger Sport 850 a nova moto é um modelo com estilo crossover, ou sport-touring, mas que agora vai atuar em um segmento diferente - de uma faixa de cilindrada inferior.

A ideia é que ela seja a mais barata da Tiger, assim como a moto que lhe deu origem - a Trident 660, que foi lançada ano passado patra ser a mais em conta das naked vendidas pela marca inglesa. Aliás, a Tiger Sport 660 compartilha muitos componentes com a Trident 660 - como era de se esperar e como a própria Triumph chegou a antecipar.

O motor, por exemplo, é o mesmo tricilíndrico em linha injetado e refrigerado a água da naked. tem 660cm³, 81 cv de potência máxima a 10.250 rpm e torque de 6,5 kgf.m a 6.250 rpm. Na Europa, haverá também uma versão com potência limitada a 47 para portadores de habilitação categoria A2.

Outros componentes compartilhados são as suspensões Showa - invertida na frente e monochoque atrás, com ajuste de pré-carga. A dianteira, aliás, é do tipo separate function forks (SFF), com óleo de um lado e mola do outro. Elas têm curso de 15cm, até bem longo, mas a vocação "on-road" fica evidente quando vemos as rodas de liga leve e os pneus de asfalto com medidas 120/70 R17 na frente e 180/55 R17 atrás.

O chassi, os freios Nissin a disco duplo na frente e simples atrás com ABS, o câmbio com seis marchas e secundária por corrente e o acelerador eletrônico são outros itens herdados da Trident 660. A moto ainda tem dois modos de pilotagem - road e rain -, iluminação full-LED, controle de tração e embreagem assistida e deslizante.

O painel com tela de TFT, contudo, é exclusivo da nova Tiger Sport: tem formato levemente arredondado e instrumentos posicionados de forma bem simétrica: o conta-giros está na parte superior, o velocímetro fica centralizado no meio e as luzes-espia surgem nos cantos. Na parte inferior há uma telinha de LCD com os hodômetros.

A Tiger Sport 660 tem, ainda, 2,07m de comprimento, 1,41m de entre-eixos, 206 quilos de peso e tanque para 17,2 litros de combustível. Segundo a Triumph, o consumo médio pode chegar a 22,2 km/l, com uma autonomia superior a 380 quilômetros. O banco da moto está a 83,5cm do solo.

O visual da Tiger Sport é mais bem-resolvido que os das antecessoras. A frente é agressiva, quase esportiva, com dois faróis afilados separados por uma tomada de ar, carenagem dianteira relativamente discreta e para-brisa bacana. Nas laterais do tanque há mais carenagens e abas laterais na cor prata compondo o visual quase esportivo. Ali atrás o banco é fino e em peça única, mas tem duas alturas, e a rabeta é curtinha. A ponteira de escape, por sua vez, é curtinha e une as curvas dos três escapes que saem do motor.

Ainda não há previsão para a Tiger Sport 660 chegar ao Brasil, mas podemos esperá-la por aqui ainda no primeiro semestre do ano que vem. Na Inglaterra, seu preço parte de 8.450 libras esterlinas - o equivalente a R$ 62.550. Aqui no Brasil, a Tiger 900 começa em R$ 64.390 - como a Tiger Sport 660 deverá ficar abaixo disso, é provável que custe entre R$ 60 mil e R$ 62 mil.

Notícias relacionadas

Ducati lança a arrebatadora Streetfighter V4 S no Brasil

Honda começa a vender a XRE 190 linha 2022

Linha 2022 das Royal Enfield "twins" já está no Brasil

Nova Suzuki V-Strom 1.050 XT é lançada no Brasil

Ducati Multistrada 950 vira Multistrada V2

Conheça a Desert X, a próxima trail Ducati de média cilindrada

Suzuki lança, na Europa, a GSX-S 1.000 GT

Triumph lança Tiger 900 "Bond Edition"

Argentina anuncia reabertura de fronteiras

Haojue exibe a TR 300 na China

Mototour - Seu portal em duas rodas, Motos, Encontros de Motociclistas, Moto Clube e muito mais...

Todos os Direitos Reservados