Notícias

Triumph apresenta, na Inglaterra, a esperada Trident

Nova naked será a tricilíndrica mais barata da marca e deve chegar ao Brasil em 2021


30/10/2020 17h44

Em uma simpática e curta live na manhã de hoje, a Triumph apresentou, diretamente da Inglaterra, a esperada Trident. É uma naked compacta que promete proporcionar uma pilotagem ágil e divertida, mas claramente voltada para uso urbano ou trajetos curtos.

No visual minimalista, vemos um tanque com evidentes entradas laterais para um bom encaixe dos joelhos, uma rabeta curtinha (o espaço para garupa é pequenino), um esperto escape que fica quase embaixo da moto, para-lamas pequeninos e suporte de placa no para-barro que vai conectado à balança.

A Trident será a tricilíndrica mais barata da Triumph. Lá no Velho Continente seu preço começa em 7.995 Euros, ou cerca de R$ 54 mil. As vendas nos países europeus começam em janeiro de 2021. Aqui no Brasil, é coisa para o primeiro semestre de 2021.

Sendo a mais barata das "tri", a Trident também é a menos forçuda. Rumores davam conta de que usaria o mesmo motor da Street Triple, com 765cm³, 123cv e 7,5kgfm. Mas a moto estreia um tricilíndrico de 660cm³, 81cv de potência a 10.250 rpm e 6,5kgfm de torque a 6.250 rpm.

A eletrônica a bordo inclui controle de tração desligável, dois modos de condução - "estrada" e "chuva" -, acelerador eletrônico e ABS nos freios.

O painel é estiloso: nada de telinha de TFT. É um mostrador redondo único, todo digital, que exibe faixa de conta-giros na parte superior, velocímetro logo abaixo e demais informações em uma telinha de LCD mais abaixo. Parece espartano, mas que nada: opcionalmente, agrega até navegação por GPS e conexão com câmera GoPro por Bluetooth.

Outras especificações importantes da moto são a iluminação toda com LEDs, peso de 189 quilos em ordem de marcha, rodas de liga leve com aros de 5 pontas, suspensões Showa (dianteira é invertida), freios Nissin (na frente, duplo com 310 mm) e pneus Michelin Pilot Road 5.

Por fim, mas não menos importante, vale destacar que os intervalos de manutenção serão a cada 16.000km.

Confira abaixo mais fotos e um vídeo da moto - legendado em português!

Notícias relacionadas

Um scooter com pegada aventureira

Uma nova Adventure na família KTM

Yamaha lança a nova geração da Tracer na Europa

Uma Tiger feita para o asfalto

Honda NC 750X surge de cara nova na Europa

Honda apresenta, no Japão, a nova geração da CB 1.000R

Triumph prepara a Tiger Sport linha 2021

Honda lançará mais um scooter no fim do mês

Eis a esperada Ducati Multistrada V4!

Yamaha lança a linha 2021 da naked média MT-07

Mototour - Seu portal em duas rodas, Motos, Encontros de Motociclistas, Moto Clube e muito mais...

Todos os Direitos Reservados