Notícias

Obra de arte sobre duas rodas: a nova Rocket faz a antecessora parecer coisa do século passado (Foto: Divulgação)

Triumph Rocket III 2020 começa a chegar às concessionárias brasileiras

É a moto dos números superlativos: tem 291kg de peso, motor de 2.500cm³ com 167cv de potência e custa R$ 90 mil


Roberto Dutra

Mototour

29/06/2020 16h55

A Triumph ainda não avisou oficialmente, mas as primeiras unidades da enorme Rocket III já estão chegando às concessionárias brasileiras. A moto foi lançada nba Europa em julho do ano passado e exibida com pompa e circunstância no Salão Duas Rodas de São Paulo, também em 2019 - e na época não havia previsão certa nem para a chegada da moto do Brasil e nem de preço. Pois bem: essas primeiras unidades já estão vendidas para aqueles que pagaram um sinal ainda no ano passado e chegaram por R$ 86 mil. O próximo lote chega em julho e deverá custar R$ 90 mil. Por enquanto só virá a versão standard "R" - a GT, que tem visual ainda mais agressivo e alguns acessórios extras, continua sem previsão.

É caro? É. Mas, estamos falando de uma verdadeira obra de arte sobre duas rodas, que deixa a geração anterior - que já era coisa de outra planeta - parecendo uma moto do século passado. Essa nova Rocket tem o maior motor de moto de produção do mundo: são 2.500cm³ distribuídos por três enormes cilindros, que entregam nada menos do que 167cv de potência máxima a 6.000rpm e o absurdo torque de 23kgfm a 4.000rpm. Além da extensa faixa útil de uso (4.000-6.000rpm), vai aqui uma comparação para o caro leitor que não se dá muito bem com números aletórios: a potência e o torque são superiores aos de um Honda Civic EXL 2.0 automático 2020. E tudo isso empurra uma moto com 291kg de peso seco (é 40kg mais leve que a antecessora!). O consumo médio estimado é de 14,7km/l e o tanque leva 18 litros, o que dá uma autonomia estimada em 264 quilômetros.

A Rocket III tem acelerador eletrônico, iluminação full-LED, escape 3x1, transmissão secundária por eixo cardã, câmbio de seis marchas, pneus 150/80 R16 na frente e 240/50 R16 atrás, suspensões Showa (com ajustes na compressão e no retorno na frente, e regulagem hidráulica remota por torneirinha atrás), controle de tração e ABS atuante em curvas. O painel é uma tela de TFT com todas as informações necessárias e mais os ajustes dos quatro modos de pilotagem e conectividade por Bluetooth. É desfile garantido em qualquer lugar!

Aí embaixo você confere fotos de detalhes e um vídeo-teaser para ver a grandona em movimento!

Notícias relacionadas

Agora é oficial: as Sportster sairão mesmo de linha no Brasil

Com a produção retomada em Manaus, Honda relança a linha 650

Os bons tempos voltaram! Vamos acelerar forte outra vez!

Toda nudez será recompensada

Ducati Multistrada V4 1.100 é flagrada em testes sem camuflagens

Motos da BMW terão controle de velocidade adaptativo

CRLV digital já pode ser baixado em todo o Brasil

Rumores indicam que Harley-Davidson deixará de vender a Sportster no Brasil

Recall: Kawasaki convoca as Ninja ZX-10R e ZX-10R SE para conserto nas autorizadas

Alterações no Código de Trânsito Brasileiro trazem benefícios para os motociclistas

Mototour - Seu portal em duas rodas, Motos, Encontros de Motociclistas, Moto Clube e muito mais...

Todos os Direitos Reservados

Tempo de carregamento da página: 0.07357 segundos