Notícias

Um torpedo de fina estampa

MV Agusta italiana apresenta a série especial limitada Alpine para a Superveloce. Somente 110 unidades serão produzidas


Roberto Dutra

Mototour

14/12/2020 16h17

A fabricante italiana de motocicletas MV Agusta e a marca de automóveis Alpine - que pertence à francesa Renault - fizeram uma parceria e criaram, juntas, uma versão especialíssima para o modelo Superveloce, da MV Agusta. É a Superveloce Alpine, uma série especial limitada a 110 unidades inspirada no esportivo Alpine 110.

A moto se juntará às tês versões já existentes - as Superveloce standard, 75 Anniversario e Serie Oro. A Alpine foi desenvolvida pelo Monaco Design Studio, uma divisão da MV Agusta, em parceria com designers franceses. O objetivo era criar uma versão que transmitisse a esportividade com pitada retrô típica do Alpine. Para isso, a moto ganho uma pintura nas cores azul e prata, com discretos filetes por toda a carenagem.

O visual lembra o de um torpedo, com linhas arredondadas confluindo para o grande farol redondo dianteiro ou para a imponente lanterna traseira, também redonda. Com tanque para 16,5 litros, a moto tem painel em tela de TFT com 5 polegadas e Bluetooth para se conectar a um smartphone e usar o aplicativo MV Ride para dispor de GPS. Algumas peças são em fibra de carbono: capa de corrente, coberturas dos dutos de ar, para-lamas dianteiro e traseiro e parte inferior da carenagem frontal.

A mecânica é igual à das irmãs: o motor é um tricilíndrico com válvulas de admissão e de escape fabricadas em titânio e 798cm³. Rende 148cv de potência máxima a 13.250rpm e torque de 8,9kgfm a 10.100rpm. A moto chega à velocidade máxima de 240km/h, mas a velocidade aqui é quase um detalhe: a Superveloce Alpine é uma moto para desfilar bonito!

De toda forma, os viciados em adrenalina terão à disposição ABS nos freios, controle de tração com oito regulagens e controle de entrega de torque com quatro ajustes. Além disso, estão embarcados piloto automático, controle de largada e controle anti-empinamento.

O peso a seco é de 173 kg, mas pode baixar para 165 kg com a instalação de um kit de corrida - que, felizmente, não é opcional: vem com a moto! Esse kit é composto por escape Arrow de três saídas, ECU remapeada, cinta e tampa do tanque de combustível com logotipo Alpine, capa para o banco do passageiro (via monoposto), capa protetora para a moto e certificado de autenticidade. Aliás, as Superveloce Alpine têm numeração individual sobre a mesa superior.

Vitrine de grifes, a lindinha tem suspensões dianteiras Marzocchi, suspensão traseira Sachs, rodas de liga leve, freios Brembo e pneus Pirelli Diablo Rosso Corsa II nas medias 120/70 R17 na frente e 180/%% R17 atrás.

A MV Agusta não revelou quando a moto chega às lojas, mas já antecipou o preço: 36.300 Euros, ou pouco mais de R$ 220 mil em conversão direta. Não há previsão de nenhuma unidade para o Brasil, já que a MC Agusta - infelizmente - não tem representante no país.

Confira abaixo mais fotos da moto e um dos vídeos-teasers de todos os tempos!

Notícias relacionadas

Harley-Davidson Pan America custará US$ 17 mil nos Estados Unidos

Royal Enfield abrirá quatro novas concessionárias no Brasil até março

Seguro DPVAT será administrado pela Caixa Econômica Federal

Harley-Davidson do Brasil tem planos de financiamento com parcelas baixas e recompra garantida em janeiro

Convocação extraordinária: recall para a Honda CRF 1.000L Africa Twin

Seguro DPVAT não será cobrado em 2021

Kawasaki começa a vender a Versys X-300 2021

Harley-Davidson anuncia data de lançamento da Pan America 1.250

Kymco entra na onda dos scooters "aventureiros"

BMW registra mais uma da versão da custom R18: é uma bagger chamada Transcontinental

Mototour - Seu portal em duas rodas, Motos, Encontros de Motociclistas, Moto Clube e muito mais...

Todos os Direitos Reservados